Portugal na UE

Portugal aderiu a UE a 1 de Janeiro de 1986, após ter representado a sua candidatura de adesão a 28 de Março de 1977 e ter assinado o acordo pré-adesão a 13 de Dezembro de 1980.

Portugal tem um regime semipresidencialista. O Presidente da República, que é o chefe de Estado, detém o poder de nomear o primeiro-ministro, que é o chefe de governo, e de dissolver a Assembleia da República.

Administrativamente, o país está dividido em 308 concelhos, subdivididos em 3092 freguesias. Do ponto de vista operacional, as únicas unidades administrativas locais juridicamente identificáveis são o concelho e a freguesia, incluindo as das regiões autónomas da Madeira e dos Açores.