PRESSE PAIS

12 de Dezembro de 2011

TESTEMUNHO –

No passado dia oito de Dezembro, realizou-se uma formação/palestra, na escola sede deste agrupamento, sobre o PRESSE (Programa Regional de Educação Sexual em Saúde Escolar) que apoia a implementação da educação sexual nas escolas de uma forma estruturada e sustentada, envolvendo um trabalho conjunto entre professores, alunos, pais /encarregados de educação, pessoal não docente e restante comunidade.

Apesar da tarde estar cinzenta, triste e fria, quatro pais/encarregados de educação de alunos do primeiro ciclo (dois de Alvite, um do Arcozelo e outro de Moimenta da Beira) decidiram aceitar o convite efectuado pelo Diretor do Agrupamento e pela Coordenadora do PEPS e apresentaram-se no auditório da escola secundária pelas catorze horas e trinta minutos, em ponto, para aprenderem, partilharem e esclarecerem alguns assuntos relacionados com a temática apresentada.

Aí estavam duas docentes para nos falar, sem tabus e “sem papas na língua”, deste tema. A sessão dividiu-se em três partes: apresentação e explicação do projecto PRESSE; métodos contracetivos e doenças sexualmente transmissíveis.

De acordo com a Lei n.º 60/ 2009 de 6 de agosto, a educação sexual integra-se no âmbito da educação para a saúde nos estabelecimentos do ensino básico e do ensino secundário. Sendo de realçar que para o 1º ciclo a carga horária dedicada à educação sexual não deve ser inferior a seis horas.

Para que todos os encarregados de educação deste agrupamento saibam no artigo 11º da referida lei afirma-se que os encarregados de educação “devem ter um papel ativo na prossecução e concretização das finalidades da presente lei” e estes serão “informados de todas as actividades (…) desenvolvidas no âmbito da educação sexual”.

Aqui ficam o agradecimento aos mentores desta formação e o seguinte pedido, dada a importância do tema, organizar mais actividades deste género, mesmo que o público seja escasso…

Dr.ª Margarida Morgado