Passeio “À descoberta de Moimenta da Beira”

1 de Março de 2013

Os alunos do Curso Profissional de Técnicos de Comércio (10º G) e Electrónica, Automação e Computadores (10ºF) realizaram, no passado dia 20 de fevereiro, um passeio à descoberta de Moimenta da Beira.

A atividade, que visava essencialmente descobrir o património existente neste concelho, foi organizada pelas docentes de Área de Integração, Ana Paula Morgado e Olga Silvestre, contando com a prestimosa colaboração do arqueólogo José Carlos Santos.

Iniciada pelo Centro Histórico de Moimenta, os alunos deslocaram-se ao terreiro das Freiras, onde visitaram o Convento Beneditino de Nossa Senhora da Purificação. Visitaram depois o Solar dos Guedes e dos Correia Alves, entre outros pontos de interesse como a Casa da Moimenta.

Rumaram em seguida a Peva/Soutosa onde visitaram a Fundação Aquilino Ribeiro, num percurso que teve como destino seguinte Castelo, onde visitaram o Santuário de Nossa Senhora da Conceição e onde retemperaram as forças com um belo repasto gentilmente confecionado pela Comissão de Festas local.

À tarde, o passeio continuou em Vila da Rua visitando o Convento da Ordem Terceira de São Francisco (Quinta do Ribeiro), a Igreja de S. Pelágio, o coreto e o magnífico Pelourinho.

Dali rumaram à freguesia de Vilar onde puderam deslumbrar-se com a bela Albufeira do Rio Távora. Numa altura em que este périplo se aproximava do fim, houve ainda tempo para a deslocação a Cabaços para aí visitarem o Santuário de São Torcato.

Os objectivos foram alcançados plenamente. Esta visita foi profícua na medida em que os alunos reconheceram a importância da protecção e da preservação do património cultural e natural do seu concelho e observaram as várias manifestações artísticas adquirindo conceitos históricos e artísticos através do contacto directo.

Há a destacar a forma cívica e ordeira como os alunos se comportaram ao longo de toda a visita, num clima de agradável e magnífico convívio entre alunos/alunos e alunos/docentes.

Com a realização desta visita de estudo os alunos alargaram horizontes e tiveram a oportunidade de observar in loco o nosso património cultural e artístico, ambiental e económico. Foi interessante ver os alunos a observar, analisar, apreciar e comentar.