Médicos Deviam Prescrever mais Exercício Físico

21 de Dezembro de 2011

O Grupo Disciplinar de Educação Física e o Clube do Desporto Escolar chamam à atenção da Comunicade Escolar para o Alerta da Fundação Portuguesa de Cardiologia: Os médicos deviam prescrever mais exercício físico aos utentes, para prevenir doenças do coração e promover estilos de vida saudáveis, adverte o presidente da delegação Centro da Fundação Portuguesa de Cardiologia, Polybio Serra e Silva.
“O exercício físico devia ser prescrito como uma receita. Há já alguns médicos a prescrevê-lo mas deviam ser mais”, disse à agência Lusa Polybio Serra e Silva, sublinhando que “mais de metade dos portugueses são obesos e um milhão são diabéticos”.
Especialmente dirigido a obesos e diabéticos, mas aberto a todos os interessados, um novo Programa de Iniciação à Actividade Física (PIAF), promovido pela delegação Centro da Fundação e divulgado esta semana, arranca em Janeiro em Coimbra, apostando nas caminhadas e treinos de força, em ginásio.
Os participantes são desafiados a, durante dois meses, realizar 90 minutos de actividade física todas as segundas, quartas e quintas-feiras.
A participação carece de um exame prévio da condição física do utente e implica ser ou fazer-se sócio da Liga de Amigos da Fundação Portuguesa de Cardiologia, cuja quota anual são 25 euros.
As inscrições terão de ser efectuadas telefonicamente para a delegação da Fundação ou através do endereço electrónico programapiaf@gmail.com.

Link:http://www.alert-online.com/pt/news/health-portal/medicos-deviam-prescrever-mais-exercicio-fisico?utm_source=NL_NOTICIAS&utm_medium=email&utm_campaign=NL_AHP_20111219