HALLOWEEN

16 de Novembro de 2011

O Halloween marca o fim oficial do verão. Celebra também o final da  última colheita do ano, o início do armazenamento de provisões para o inverno, o início do período de retorno dos rebanhos do pasto.

Era uma festa com vários nomes: Samhain (fim de verão), Samhein, La Samon, ou ainda, Festa do Sol. Mas o que ficou mesmo foi a designação escocesa Hallowe’en.

Uma das lendas de origem celta fala que os espíritos de todos que morreram ao longo daquele ano voltariam à procura de corpos vivos para possuir e usar pelo próximo ano. Os celtas acreditavam ser a única chance de vida após a morte. Acreditaram em todas as leis de espaço e tempo, o que permitia que o mundo dos espíritos se misturassem com o dos vivos.

Como os vivos não queriam ser possuídos, na noite do dia 31 de outubro, apagavam as tochas e fogueiras de suas casa, para que elas se tornassem frias e desagradáveis, colocavam fantasias e ruidosamente desfilavam em torno do bairro, sendo tão destrutivos quanto possível, a fim de assustar os que procuravam corpos para possuir.

Na escola sede do Agrupamento este dia também não foi esquecido. O Grupo de Inglês organizou um Concurso de abóboras (vencedores: 1º lugar – Cláudia Cardoso e Susana Santos, do 9º A; 2º lugar – Fábio Proença, do 9º C) e decorou alguns espaços da nossa comunidade escolar. Também os alunos do Curso Profissional de Turismo participaram através da execução de bruxinhas.